segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Desabafos

Sai dessa, descasca uma banana!

Por eu ser um jornalista formado , me sinto com autoridade para escrever essas linhas que se seguem...

Não vejam tantos jornais! Esqueçam de assistir as notícias. Troque pro canal de desenho animado. Muito mais saudável.

Não vejam o mesmo jornal sempre. Vocês acabam se bitolando em um tipo de jornalismo. O mundo não é só feito de guerras, violências e corrupção. O bom desempenho do seu time não serve apenas para te deixar menos chateado pelas crises financeiras. Escutem outras opiniões, outras seqüências.

Desliguem as televisões e conversem com seus filhos. Não é informação que vocês querem? Tenho certeza que eles tem várias! Desligue o computador e vá passear no parque. Imprima algumas páginas desse blog ( em papel reciclado) e vá ler deitado na cama comendo chocolate com a pessoa que ama(cuidado: ato afrodisíaco).

Pra que esperar o William Bonner e a Fátima Bernardes, os profetas das desgraças diárias? Por que achar que o mundo está perdido? Só por que jornais dizem? Jornais erram o dia inteiro e todos os dias. Com as suas burras hierarquias de importância esquecem de hierarquizar o ser humano. Lembrar que ele precisa sonhar, ter esperança, ver pontos positivos. Não só isso, mas um equilíbrio se faz necessário.

Quantas mortes o jornal falou hoje? Se continuarmos vendo isso, só estamos esperando quando seremos nós lá estampados declarados falecidos com nossas famílias chorando no enterro.
Um basta é o que peço, imploro, suplico.
Necessitamos ver além das cinzas. O mundo continua colorido se lembrarmos de abrir os olhos.
Frase: “Não existe rua sem saída pra quem sabe olhar pra trás” Gabriel O Pensador

5 comentários:

Deise disse...

Adorei o texto, simplesmente porque eu cansei de jornal! Cansei de tanta desgraça e críticas ao governo e etc etc etc.
Não que estas não devem ser feitas, mas todo dia isso cansa.
E uma das coisas que me indigna em alguns jornais é que as desgraças são o único foco, e que, quando não há desgraças de grande foco, colocam qualquer uma outra, mas não preenchem tal espaço com cultura [indicando um livro ou uma peça de teatro por exemplo].
Mas fazer o que ... Prefiro assistir outras coisas no momento, até sentir um bocado de falta!
hehehehe
Beijos querido

Paty Augusto disse...

Ver o mundo sem cabresto é um ato de coragem. As notícias diárias deixam o povo inibido, com medo de olhar para os lados e isso impede que as pessoas possam apreciar a paisagem que ainda existe.
Isso deixa a vida cinza e triste. Felizes aqueles que conseguem cinco minutos do dia para desligar a televisão e olhar pela janela para ver o pôr do sol.
Beijos

Luiza Callafange disse...

Com certeza...O mundo e a vida vistos por uma única perspectiva só nos impede de ver e viver tantas coisas maravilhosas e belas que residem nessa existência humana!!!

:) Isso me fez pensar em um livro chamado "O livro da Bruxa" Não julgue o título, ele é pequeno, fininho e foi escrito por um médico que jamais sonhou em percorrer os caminhos que ele descrevia com tanto sonho! ^^ Recomendo.

Mare disse...

Concordo. Acho que é por isso que eu venho evitando jornais.. As pessoas vivem com medo, por isso só vêem as coisas de um ângulo. Por que não girarmos nossos olhos e enxergarmos que de cabeça para baixo, o mundo fica mais bonito?

Kath disse...

Seu blog é sempre uma gracinha!
Vou lalar esse seu post e botar lá no meu Casa, afinal, trata-se de uma autoridade falando de tema.
Abraços e bom carnaval!