sábado, 14 de fevereiro de 2009

Era o café...

Era o café. Doce demais, chegava ser melado. Ninguém acreditou quando disse que o relacionamento tinha acabado por causa do café. Mas dos cafés que tinha provado, aquele era o que mais me assustava. Não era o pior, com certeza não.
Na minha vida tomei cafés amargos, sem gosto, cafés com enfeites, em xícaras de porcelana e em copinhos de papel. Mas o açúcar provoca na gente uma certa acomodação. Não sou bioquímico, não sei explicar. Deixa a gente relaxado, sem vontade de fazer mais nada. Afinal, está ali podendo desfrutar de um cafezinho quente e doce.
Neste mesmo momento, pessoas com sede, com fome, se enchendo de cachaças... O mundo em guerras, na pior das suas crises...Mas o que importa, quando se tem um café docinho e com aquele aroma que só as sementes frescas proporcionam?
Não era possível. A minha hipnose não tinha nada a ver com ela. Era com o que ela fazia na sua melhor das intenções. Jovem, bonita, inteligente. Queria mostrar seu carinho, me envolvia em uma redoma de afeto e me dava café doce e bolinho de fubá. Como ser ativo e revolucionário vivendo dessa forma?
Larguei tudo por causa do café. Não me leve a mal. Espero que ela encontre alguém que aprecie o café doce. Mas eu, eu preciso do amargo para continuar acordado. Dormir agora seria um desperdício. A vida me clama. Tenho que aproveitar enquanto posso.

3 comentários:

Paty Augusto disse...

Certamente o doce é muito bom... mas sempre enjoa...

Luiza Callafange disse...

Por isso que ultimamente tenho tomado café com adoçante!

Érika disse...

Huuum...
Tive que vir aqui comentar....
Texto interessante que fala sobre a vida, sobre a acomodação
pelo menos, foi o que eu entendi...
As vezes nos acomodamos com as coisas por serem fáceis demais
por serem doces demais
e não prosseguimos a vida....
Só aprendemos e conquistamos mesmo algo, quando lutamos contra este amargo, quando aprendemos a lhe dar com ele..
E sabe, pelo menos comigo funciona assim, fácil demais perde a graça ou seja, doce demais, enjoa...

Bjuuus Luiz