domingo, 18 de julho de 2010

Das negativas



Machado de Assis era o cara. São diversos fatores que eu poderia listar para embasar essa minha afirmativa, mas não irei fazer. hoje não.Talvez porque hoje, eu não queira ficar escrevendo elogios e muito menos refutando nada nem ninguém.
Hoje só não quero me estressar. Não quero sorrir, mas nem tanto irei chorar. Mesmo tendo vontade.
Não vou fazer força pra entender as pessoas, nem pra justificar meu sumiço, minhas palavras, minhas recentes ações.
Não quero aparecer, não quero atuar, nem tão pouco subir no palco.
Não me sinto espiritualizado como dizem que estou.
Não me sinto magro como a balança diz que estou ficando.
Não me sinto depressivo como alguns leitores desse texto devem estar me rotulando.
Não quero conversar, não quero discutir relacionamento, não quero falar sobre Caso Bruno, nem qualquer assunto genérico.
Se procurar verei um lado positivo nesta sequencia de negativas: Ainda não tenho filhos. Não preciso transmitir a ninguem o legado de minha tristeza...
pelo menos por enquanto não...

2 comentários:

Paty Augusto disse...

O NÃO é tão importante quanto o SIM... e às vezes pode salvar uma vida...

no mundo da lu(a) disse...

Muito bom o teu blog.
Parabéns.
Te seguirei por aí.
Abraços,