quinta-feira, 7 de agosto de 2008

O que você procura?


Passeando no orkut alheio, parei em um de uma amiga que estava deitada na areia e a imagem, proposital, bem embaçada. Na legenda, a pergunta: O que você procura?

No momento, comecei as divagações: se minha amiga fosse um Tatuí, ela ia querer coisas bem simples: água, nutrientes e uma onda daquelas pra poder se enterrar feliz Mas como todos nós, ela é um Homo sapiens sapiens. E por isso, complexa. O Tatuí jamais teria feito essa pergunta ou lido Kafka para comparar sua vida com de humanos.O Tatuí estaria tatuizando na dele. Sem se preocupar com o valor do dólar, a rejeição no mercado de trabalho, os problemas diplomáticos da China... Para ele, até o fim seria sem reticências. Não tem onda hoje, caiu petróleo na água ou um grupo de crianças desocupadas resolver abrir uma caça predatória de Tatuí: simples: ele morria. Não ia ter família pra gastar com enterro, deixar herança ou dívidas. O Tatuí apenas deixa o seu invólucro.
Nós, já estaríamos revoltados, fazendo revolução....
O que você procura, humanidade?
E eu respondo serenamente: problemas, apenas problemas.
E um coro me completa corretamente: Ainda bem. A vida simples demais deve ser um saco!

3 comentários:

Luiza Callafange disse...

Mas são das coisas simples que eu mais sinto alegrias...

Paty Augusto disse...

Como diria um amigo meu: "A ignorância é uma bênção"...
LYTMAF

Daniel Dias disse...

tatuí é ótimo
muito bom mesmo !!!